Para a elaboração de chás caseiros, relacionamos neste post as 100 plantas medicinais, muito conhecidas no Brasil e em outros países, que apresentam benefícios contra a má digestão e problemas afins. Ninguém pode reclamar da falta de opções de recursos naturais e de baixo preço para cuidar bem de seu estômago.

Para o uso de cada tipo de planta é preciso saber qual parte da mesma é aplicável no caso de chá para aliviar a má digestão ou de outros problemas digestivos, podendo ser, por exemplo, a folha fresca ou seca, a parte florida, a raiz em fatias ou em pó, etc.

 

Outro detalhe importante para a elaboração de um chá é a dosagem a ser adotada, ou seja, a quantidade ou o peso em gramas de folhas picadas para cada xícara de chá, ou qual a quantidade ou o peso em grama da raiz em pó, em pedaços, raspada ou triturada, etc. No caso de se encontrar duas ou mais receitas com a mesma parte da mesma planta, com diferentes dosagens para a mesma finalidade, na dúvida, adotar a dosagem mais fraca.  Por exemplo: entre receitas aparentemente iguais com recomendação de 10g, 20g ou 30g de folhas, para 1 litro de água e 3 xícaras de chá, é mais prudente começar a consumir o chá com dosagem mais fraca (10g). Essas variações existem devido à grande quantidade de receitas existentes, criadas e alteradas por diferentes formuladores ao longo do tempo.

 

Quanto à quantidade a ser consumida diariamente, na maioria dos casos, não só para digestão, mas valendo também para centenas de outros benefícios esperados com todos os tipos de chá, predomina a recomendação de até 3 xícaras por dia. Vale a pena lembrar que para fazer o equivalente a 3 xícaras de chá, é preciso ferver pelo menos 750 ml de água, ou aproximadamente 1 litro no caso de se manter uma reserva de 1 xícara para o dia seguinte. Nos casos que a recomendação diária é de apenas 2 xícaras, basta ferver meio litro de água.

 

É preciso observar, na receita de como elaborar o chá, se existe citação de alguma restrição, lembrando-se que a maioria dos chás não é recomendável para grávidas e lactantes e, no caso de crianças, qual é a faixa de idade a ser respeitada.

 

Evite tomar chá no mesmo período em que esteja tomando remédios. Consulte sempre um médico antes de consumir qualquer tipo de chá de planta medicinal ou qualquer medicamento mesmo de origem natural.

 

Veja abaixo a relação das 100 plantas medicinais recomendadas contra a má digestão e de outros problemas correlatos:

 

Abacateiro

Abrótano

Açafrão-da-terra (Cúrcuma)

Açafroa

Acelga

Ácoro

Aipo, o mesmo que Salsão

Alcachofra

Alcaçuz

Alecrim

Alface

Alfavaca, o mesmo que manjericão

Alfazema

Alquemila

Altéia

Aluman, o mesmo que boldo-baiano

Angélica

Anis-Estrelado

Artemísia

Avenca

Bardana

Boldo-do-chile

Bugre

Búgula

Cajazeira

Cálamo

Calêndula

Camédrio

Camomila

Canela

Capim-santo

Caqui

Cardo-santo

Carqueja

Cáscara-sagrada

Castanha-da-índia

Cavalinha

Celidônia

Centáurea-menor, o mesmo que Fel-da-terrra

Cerejeira

Chambá

Chapéu-de-couro

Chá-verde

Coentro

Cravo-da-índia

Cúrcuma

Dente-de-leão, o mesmo que Taraxaco

Eleutéria

Envira

Erva-cidreira, o mesmo que Melissa

Erva-doce

Escórdio

Espinheira-santa

Framboesa

Funcho

Funcho-silvestre

Gengibre

Gerânio

Ginkgo-biloba

Goiabeira

Graviola

Guaçatonga

Hortelã

Hortelã-japonesa

Hortelã-pimenta

Imperatória

Jamelão

Jatobá

Jurubeba

Laranjeira

Lavanda

Limão, limoeiro

Losna, o mesmo que artemísia

Louro

Lúpulo

Macela

Malva-pequena

Manjericão, o mesmo que alfavaca

Manjerona

Maracujá

Matricária

Mil-folhas

Mirtilo

Oliveira

Orégano

Pata-de-vaca

Pau d´arco-roxo

Pitanga

Poejo

Romã

Salgueiro-branco

Salsa, o mesmo que salsinha

Salsaparrilha

Sarça

Tamarindo

Tanchagem

Tomilho

Verônica

Zedoária

Zimbro

 

Conheça 5.500 tipos de receitas de elaboração de chás caseiros no site www.chasdeplantasmedicinais.com.br,  onde se encontram também diversas orientações gerais complementares e extensa bibliografia.

Faça seu comentário no campo abaixo. Participe:

Leave a Reply

Your email address will not be published.